Síndrome de quase fim de semestre

Não tem jeito, ela está de volta… uma ano fora das salas de aula e achei que seria suficiente para aplacar a minha síndrome de fim de semestre. Não foi. E pior: ainda nem corrigi as provas intermediárias!!

Minha síndrome aparece na forma de um desânimo e um cansaço em dispender energia para tornar o processo de ensino-aprendizagem mais eficiente, buscando formas mais adequadas de tratar os conteúdos, enfatizando o senso de continuidade dos temas abordados em aula, tentando inovações didáticas, etc, etc… Nada parece funcionar para que os estudantes compreendam seu papel no seu próprio processo de aprendizado: eles continuam lá, corpos presentes, mentes ausentes, como se aprendessem por osmose, raramente se dedicando àquilo que deles se espera – estudar, manter uma rotina do que eu chamo “horas-bunda de estudo”. Ok, você pode pensar que o problema não seja esse, que simplesmente a maior parte dos alunos (ou todos) opta por estudar outras disciplinas que não a minha, por motivos de afinidades pessoais com o conteúdo e/ou com o professor. É verdade. Isso pode acontecer, porém ainda não encontrei, em quase quinze anos de docência, um colega que me diga: “poxa, em média, essa turma estuda a minha matéria! participa das aulas fazendo questões interessantes (porque estudam antes da aula) e respondendo às questões que eu proponho, uma beleza!!”.

Sempre tenho longas conversas com alguns poucos colegas (de outras áreas) que se preocupam com o ensino e a formação dos estudantes, minha suspeita é a de que nosso sistema educacional forma robos passivos que vão às aulas esperando receber “cuspe e giz”. Pode até ser que seja, mas, poxa! no segundo ano de faculdade, com a idade e a experiência, já dá para começar a perceber que isso não funciona e que aprender depende mais de si do que do sujeito que está na frente da lousa!!

Até o final do semestre, minha síndrome se agrava e com certeza eu vou voltar aqui no papel de professora chata… rs

Felizmente, e porque minha decisão pela carreira docente é emocional e não racional, a cada nova turma eu recupero a esperança em que “dessa vez vai ser diferente”, afinal, estamos na Universidade de São Paulo, e se as coisas não melhorarem por aqui… enfim…

.

  

6 Respostas to “Síndrome de quase fim de semestre”

  1. Um baita desabafo « De Gustibus Non Est Disputandum Says:

    […] A profa. Roseli está desiludida.  Não é para menos. Há dois encontros de blogueiros de economia promovemos a mesa sobre o uso dos blogs no ensino de economia. Ela confia mais do que eu neste instrumento. O que eu verifico é que há poucos alunos que realmente curtem blogs como instrumento de informação. Estes, geralmente, são bem entusiasmados…mas são poucos. […]

  2. alessandra Says:

    Professorinha, fui sua aluninha do tipo “corpo presente, mente ausente” por vairias matérias…eco III, financas publicas e financas I, apesar de nunca ter passado em nenhuma, llhe garanto que, agora, no mercado de trabalho de verdade me recordo de vaaarias coisas que vc falava em aula, e que agora me seriam utei,s e me bate um baita arrependimento de não ter estado mais presente…quem saiba numa pós!!! um abraço
    Alessandra Cury

  3. claudio Says:

    Cara Roseli,
    Não seja por isto. Eu falo, então:
    Poxa, em média, essa turma estuda a minha matéria! participa das aulas fazendo questões interessantes (porque estudam antes da aula) e respondendo às questões que eu proponho, uma beleza!!
    Não que seja verdade, mas agora você já ouviu alguém falar isto!!!
    Um grande abraço,
    Claudio Burian (outro Claudio de BH)
    PS: Mas, falando sério. Teoria econômica (econometria incluso) é linda. Falar sobre ela é jóia. E quando algum aluno entende alguma coisa e também sente este prazer intelectual (de entender um raciocínio complexo e sutil sobre algum tema), isto nos dá um grande prazer, não? É só o cansaço de final de semestre. Todos nós sabemos que isto passa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: