Keynes foi mesmo brilhante!! (Clube de Leitura I)

Iniciei este semestre uma atividade extra-curricular com alguns poucos alunos, interessados em não se tornarem Novo-Keynesianos sem nunca terem lido a “A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda“, de John Maynard Keynes – publicado originalmente em 1936, é obra seminal da macroeconomia, como a conhecemos hoje nos livros-texto.

A atividade é um Clube de Leitura, cujo propósito é estimular o estudo de obras clássicas como complemento à formação do estudante de economia. A cada encontro, capítulos daquele livro serão discutidos, sendo um dos membros o responsável por encaminhar a discussão, sob minha mediação e esclarecimentos.

Alguns acham tal atividade totalmente dispensável para a formação do economista. Eu não acho, assim como não acho dispensável ler os clássicos em geral, à medida que se avança no estudo e na compreensão da ciência econômica. Além disso, Keynes dá um show de retórica e, para nós todos, formados na tradição keynesiana, já não é um livro “impossível de ler, difícil” como era para aqueles formados na doutrina clássica e para os que acompanharam todo o debate e se formaram ao longo das décadas seguintes… Hoje, ao contrário, é possível mesmo se divertir com a leitura, verdade principalmente para os estudantes que já passaram por um curso de macroeconomia inicial.

Eu vou destacar aqui alguns trechos que acho brilhantes e sempre me pego sorrindo quando os leio (do Livro I, capítulos 1 a 3*)!

“Os teóricos da escola clássica são comparáveis aos geômetras euclidianos em um mundo não euclidiano, os quais, descobrindo que, na realidade, as linhas aparentemente paralelas se encontram com muita frequencia, as criticam por não se conservarem retas, como único recurso contra as desastrosas interseções que se produzem.” (p. 32-33)

“Aparentemente, depois de Malthus, os economistas profissionais ficaram insensíveis diante da falta de conformidade entre os resultados de sua teoria e dos fatos observados; uma discrepância que o homem comum não deixa de observar, como resultado de uma crescente obstinação em conceder aos economistas a manifestação de respeito que tributa a outros grupos de cientistas cujas conclusões teóricas são confirmadas pela observação, quando aplicadas aos fatos” (p. 43, grifo meu)

Ao longo da releitura que farei da Teoria Geral, deixarei aqui comentários e trechos que me divertem… Você, membro do Clube, pode fazer o mesmo! Deixe seu comentário destacando seu trecho preferido que farei uma compilação num próximo post!!

*KEYNES, J. M.  “A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda”. São Paulo: Atlas, 1982.



3 Respostas to “Keynes foi mesmo brilhante!! (Clube de Leitura I)”

  1. Pedro H. Navarrete Says:

    Ótima idéia ! A formação básica da grade curricular é correta, mas não deixa de ser o samba de uma nota só que os clássicos (incluso Keynes) ensinam como tocar. Talvez, por aprender mal, ou por tratar-se de uma realidade monôtona, não euclidiana, o verdadeiro estimulo ao aprendizado, que é a realidade, não ocorre.., geralmente, devido às simplificações grosseiras, indispensáveis para a ciência do aluno e para corresponder as restrições do tempo e dos objetivos do ensino.

  2. Raphael Frazão Says:

    Aqui Prof. o trecho que mais gostei até agora na Teoria Geral:
    “O grande enigma da demanda efetiva com que MaLTHUS havia lutado desapareceu da literatura econômica. Não se lhe faz nenhuma menção, uma vez sequer, em toda a obra de Marshall, de Edworth e do professor Pigou, que deram à teoria clássica a sua forma mais definitiva. Apenas sobreviveu, furtivamente, ‘nos subterrâneos do mundo de Karl Marx, de Silvio Geselll e do major Douglas’.”

  3. Arthur Della Vecchia Says:

    Putz, demorei um bocado para entender o que ele estava querendo dizer nos trechos que você citou professora (e não creio que tenha entendido direito); acho que poderemos começar por eles quando formos conversar sobre o livro, hahaha


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: